domingo, 3 de julho de 2016

POESIA. Para os que ficam

Escritos Meus
para os que ficam depois que eu tiver ido
de Nonato Albuquerque

O corpo que agora baixa à essa sepultura 
Não sou eu - diria o morto se fosse ouvido.
É apenas o invólucro temporário que a essa altura 
Estende-se ao chão e da vida é agradecido.

A alma que eu sou e mostra desenvoltura,
Permanece de pé, com todo seu sentido.
Eu permaneço ativo, vivo ainda a aventura
Que a vida me propôs e a tenho defendido.


Ah! crença vã dos que pensam dessa maneira
Que ao último suspiro, a vida entrega os pontos!
Como gostaria eu de provar a todos quantos



assim mourejam na Terra essa fé sem eira, 
Que somos eternos e ambientamos contos
Que em outros planos se renovam em cantos 

A LUZ DO MUNDO

alfarrábios meus

a luz do mundo
nonato albuquerque


Nos ensolarados caminhos de Jericó,

um homem havia

que deixava na areia luminosos rastros

como se fossem setas, a indicar a direção da grande energia.

De sua voz maravilhosa, dardos luminescentes

jorravam.

E percorriam o ar como se flamejantes flechas

buscassem orientar, também, o real sentido das estrelas.


O seu olhar trespassava os objetos, as coisas

e as pessoas;

e fundia-se no azul de outra celestial virtude

como a buscar sintonizar valores dos mais altos páramos.

Nos dias de folga - se é que eles haviam - esse homem

descansava

movimentando as águas mornas que do Jordão corriam

para outras águas ainda mais distantes e cristalinas.

Das redes que os discipulos arremessavam,
cardumes
de piscosas energias agitavam os pescadores
E os conduziam de volta à companhia de suas amantíssimas mulheres.

O mundo por ali, se concentrava e o romano poder
se definia
para historiar o mais belo de todos os cânticos

e que amanhece hoje em dia grafado em vivas páginas de luz.

POESIA. PELE DE CORDEIRO, ALMA DE LOBO


A canção de Natal dos meninos sem dentes na frente





Esta canção foi escrita em 1944 por Donald Yetter Gardner ( 1913-2004 ), enquanto ensinava música em escolas públicas de Smithtown, New York. 

Ele pediu a sua segunda turma o que eles queriam para o Natal, e notou que quase todos os alunos tiveram pelo menos um dente da frente faltando como eles responderam. 

Gardner escreveu a canção em 30 minutos. A canção foi originalmente gravada por Spike Jones & His City Slickers em 6 de Dezembro de 1947, com o vocal principal por George Rock e foi lançado em uma gravação de 78 RPM.

ESCRITOS MEUS. O patrão e o empregado


Mão estendida para o contato, com o tato;
armada mão, conversação sem conversão
de um lado o labor que labuta por seu trato
do outro lado o lado poder do patrão

mão estendida de quem não vê desacato
no ato simples de quem faz negociação;
mas do outro lado sempre há um "staccatto"
que impede o lado bom de crescer com a nação

vejo isso no dia-a-dia dos nossos bancários
dos operários, dos humildes sem patrões
que lutam pela vida sua e a de familiares

pra melhorar se for possível seus salários
e acreditar que não haverá mais senões:
já que a mão do outro esconde outros ares.... 

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Um profeta desconhecido: Stormberger

Matthias Stormberger, pastor de animais em Rabenstein, Alemanha, tinha algumas visões notáveis ​​do futuro em 1830.


Profecias:

"Barras de ferro serão construídos e monstros de ferro vai latir através do deserto."
"Carros sem cavalos e eixo virá.".
"E o homem vai voar pelo ar como pássaros."

"A fé católica vai quase desaparecer completamente, a religiosidade será muito mal respeitada, eles não vão ganhar nenhum respeito devido à sua maneira de viver."

"Não haverá muitos bons cristãos entre as pessoas; os mandamentos de Deus não são respeitados pela aristocracia, bem como pelo menor trabalhador".

"Um (povo) não vai pensar a maior injustiça de ser um pecado. Quando a fé desaparece também o amor do próximo vai perder-se completamente. Um (povo) não vai estimar a justiça, muitas vezes, ao pobre que não será dado certo e ele será menos respeitado do que um cão ".

"Após este um mal surgirá que tem de lamentar, não haverá ordem entre as pessoas."

"Quando nos arredores da floresta a estrada de ferro for concluída e o cavalo de ferro for visto, uma guerra começará, para durar o dobro de dois anos. Ela seria travada com fortalezas de ferro que se movem sem cavalos."

"Dois ou três décadas após a primeira guerra virá uma Segunda Guerra ainda maior. Quase todas as nações do mundo estarão envolvidas. Milhões de homens morrerão, sem serem soldados. O fogo cairá do céu e diversos cidades serão destruídos. "

"E depois do fim da Segunda Grande Guerra, uma terceira conflagração universal virá, de modo que ela vai determinar tudo."

"Haverá armas totalmente novas. Em um dia, mais homens morrerão do que em todas as guerras anteriores. As batalhas serão realizadas com armas artificiais."

"Catástrofes gigantescas vão acontecer. Com os olhos abertos, as nações do planeta vao passar por estas catástrofes. Elas não vão saber o que está acontecendo, e aqueles que sabem e dizer, será silenciada."

"Tudo vai ser diferente de antes e muitos lugares da Terra será um grande cemitério. A terceira guerra será o fim de muitas nações."

"Vocês, meus filhos, não vão experimentar o maior prejuízo; nem vós, meus netos, também não vão experimentá-lo, mas a terceira geração facilmente irá experimentá-lo."

"Durante a noite terá lugar - em um pub em Zwiesel (a cidade alemã conhecida pela fabricação de vidro) muitas pessoas vão estar juntos, e fora os soldados vai andar sobre a ponte As pessoas vão correr para fora da floresta Aqueles que esconder.. -se no Fuchsenriegel ou no Falkenstein (um castelo de pedra) permanecem poupado. Quem sobrevive deve ter um título de ferro.

"As pessoas ficarão doentes, e ninguém pode ajudá-los..."

"No entanto, vai continuar, e o que se segue então, é o fim do mundo. Céu e terra queimarão,  porque é o momento em que tudo chega ao fim. E desta vez vai ser, quando a caça selvagem com rugidos de fogo e enxofre todo o país ".
.............. 


sábado, 16 de abril de 2016

TEVÊ. Cidade faz viagem ao Chile com Patriolino Ribeiro

O apresentador Patriolino Ribeiro Neto revela na edição de amanhã do 'Bora Viajar?!' as maravilhas de Santiago do Chile. Bairros de referencial gastronômico como o Bellavista, além de um visita do programa ao Mercado Central são destaques na edição que vai ao ar na TV Cidade, a partir das nove horas. 

sábado, 9 de abril de 2016

QUE LETRA ESTÁ FALTANDO NO TEXTO ABAIXO

Sem nenhum tropeço posso escrever o que quiser sem ele, pois rico é o português e fértil em recursos diversos, tudo isso permitindo mesmo o que de início, e somente de início, se pode ter como impossível. Pode-se dizer tudo, com sentido completo, mesmo sendo como se isto fosse mero ovo de Colombo.

Desde que se tente sem se pôr inibido pode muito bem o leitor empreender este belo exercício, dentro do nosso fecundo e peregrino dizer português, puríssimo instrumento dos nossos melhores escritores e mestres do verso, instrumento que nos legou monumentos dignos de eterno e honroso reconhecimento

Trechos difíceis se resolvem com sinônimos. Observe-se bem: é certo que, em se querendo esgrime-se sem limites com este divertimento instrutivo. Brinque-se mesmo com tudo. É um belíssimo esporte do intelecto, pois escrevemos o que quisermos sem o “E” ou sem o “I” ou sem o “O” e, conforme meu exclusivo desejo, escolherei outro, discorrendo livremente, por exemplo, sem o “P”, “R” ou “F”, o que quiser escolher, podemos, em corrente estilo, repetir um som sempre ou mesmo escrever sem verbos.

Com o concurso de termos escolhidos, isso pode ir longe, escrevendo-se todo um discurso, um conto ou um livro inteiro sobre o que o leitor melhor preferir. Porém mesmo sem o uso pernóstico dos termos difíceis, muito e muito se prossegue do mesmo modo, discorrendo sobre o objeto escolhido, sem impedimentos. Deploro sempre ver moços deste século inconscientemente esquecerem e oprimirem nosso português, hoje culto e belo, querendo substituí-lo pelo inglês. Por quê?

Cultivemos nosso polifônico e fecundo verbo, doce e melodioso, porém incisivo e forte, messe de luminosos estilos, voz de muitos povos, escrínio de belos versos e de imenso porte, ninho de cisnes e de condores.

Honremos o que é nosso, ó moços estudiosos, escritores e professores. Honremos o digníssimo modo de dizer que nos legou um povo humilde, porém viril e cheio de sentimentos estéticos, pugilo de heróis e de nobres descobridores de mundos novos.

Descobriu?

Não???

Então aqui vai……

Não tem a letra A em nenhum lugar!! Incrível.

Edmilson Cheles

REFLEXÕES REFLEXIVAS

Quem avisa…


Um agricultor coleccionava cavalos e só lhe faltava uma determinada raça.

Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha esse determinado cavalo e atazanou-o até conseguir comprá-lo.
Um mês depois o cavalo adoeceu e ele chamou o veterinário:
– Bem, o seu cavalo está com uma virose. É preciso tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia eu regressarei e, caso ele não esteja melhor, será necessário sacrificá-lo.
Ali perto, o porco escutava a conversa toda…
No dia seguinte deram o medicamento ao cavalo e foram-se embora. O porco aproximou-se do cavalo e disse:
– Força, amigo! Levanta-te daí, senão serás sacrificado!!!
No segundo dia, deram-lhe o medicamento e foram-se embora. O porco aproximou-se do cavalo e disse:
– Vamos lá amigo, levanta-te senão vais morrer! Vamos lá, eu ajudo-te a levantar… Upa! Um, dois, três!
No terceiro dia deram-lhe o medicamento e o veterinário disse:
– Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode

contaminar os outros cavalos.

Quando se foram embora, o porco aproximou-se do cavalo e disse:
– É agora ou nunca, levanta-te depressa! Coragem! Upa! Upa! Isso, devagar! Óptimo! Vamos! Um, dois, três! Agora mais depressa, vá… Fantástico! Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa!!! Tu venceste, campeão!!!
Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo a correr no campo e gritou:
– Milagre!!! O cavalo melhorou! Isto merece uma festa… para comemorar, vamos matar o porco!!!
Reflexão:
Isto acontece com frequência no ambiente de trabalho e na vida também.
Dificilmente se percebe quem tem o mérito pelo sucesso. Muitas das vezes aquele é atribuído erradamente.
Se algum dia alguém nos disser que o nosso trabalho não é de um profissional, lembremo-nos: ‘Foram amadores que construíram a Arca de Noé e profissionais que construíram o Titanic’.

Procuremos ser pessoas de valor, em vez de pessoas de sucesso.

quarta-feira, 30 de março de 2016

LENDA URBANA. Crânio de Shakespeare teria sido roubado

Mistério em torno de Shakespeare. Um dos factóides literários mais populares é o de que o bardo de Stratford-upon-Avon não escrevia suas obras. Mas não é só. De acordo com um artigo da revista Argosy, de 1879 um médico chamado Frank Chambers teria contratado em 1794 ladrões de túmulos que entraram na igreja onde foi enterrado o escritor, saquearam sua sepultura e roubaram-lhe o crânio. 

Ainda segundo rumores, um crânio que apareceu em uma igreja próxima, em Beoley, pertencia ao bardo, embora mais tarde foi mostrado que, na verdade, pertencia a uma mulher de 77 anos. 

Por mais de um século, a história da caveira de Shakespeare roubada foi mais do que uma lenda urbana, um dos muitos mitos que estava sobre a figura do escritor. Mas agora, no quarto centenário da morte do dramaturgo, vários arqueólogos acreditam que há evidências de que o mito possa ter uma base real, relata o Independent.

Pela primeira vez, a Igreja da Santíssima Trindade, em Stratford-upon-Avon, permitiram aos pesquisadores analisar o túmulo de Shakespeare e os de sua família, incluindo sua esposa Anne Hathaway, que estão perto. 

O túmulo de Shakespeare não está marcado com o seu nome, mas apenas coberto por uma pedra gravada com uma maldição para afastar potenciais saqueadores. "Estamos confiantes de que os seus restos mortais estão lá", disse Kevin Colls, arqueólogo da Universidade de Staffordshire e autor da descoberta.

Matéria original do blog Pedra de Sísifo

segunda-feira, 28 de março de 2016

EMPREENDEDORISMO. Crianças alugam seus livros onde moram


Lara e Larissa, duas menininhas, alunas do Farias Brito, resolveram fazer algo que demonstra iniciativa de empreendedorismo. Em casa, pegaram seus livros infantis e resolveram alugá-los a pessoas do condomínio residencial Jacinta Marto, onde residem no bairro de Fátima. Com o que for arrecadado do aluguel - alguns títulos estão à venda - pretendem comprar outros livros e ampliar o balcão de ofertas. Curiosidade: os de Monteiro Lobato são apenas para empréstimo.

sábado, 26 de março de 2016

CURIOSIDADES. Coincidências incríveis do Planeta Curioso

O blog Planeta Curioso listou histórias que caracterizam coincidências extraordinárias, casos que a ciência não pode explicar . 
1. O livro de infância
Em 1920, enquanto romancista americano Anne Parrish andava pelas livrarias de Paris, ele encontrou uma cópia de um de seus livros favoritos da infância: Jack Frost e outras histórias.Ele tomou o velho livro da prateleira e mostrou para o marido dizendo-lhe que este foi o livro mais lembrado com carinho desde a infância. Seu marido abriu a cópia na primeira folha descobriu a inscrição: "Anne Parrish, 209 N. Weber Street, Colorado Springs". Era o mesmo livro que pertencia a Anne!
2. Twins
Em 2002, os irmãos gêmeos morreu 70 anos, com uma diferença Depocas horas depois de sofrer dois acidentes de viação separados na mesma estrada no norte da Finlândia. O primeiro dos gêmeos morreu depois de ser atropelado por um caminhão enquanto ciclismo em Raahe, a 600 quilômetros ao norte da capital, Helsinki. Ele morreu exatamente um quilômetro e meio a partir do ponto onde seu irmão morreu. "Isto é simplesmente uma coincidência histórica.Embora a estrada carrega o tráfego pesado, não há acidentes ocorrem todos os dias ", disse a policial Marja-Leena Huhtala Reuters.
3. Correspondência de um táxi
Em 1975, ao montar um ciclomotor nas Bermudas, um homem sofreu uma colisão com um táxi que terminou sua vida. Um ano mais tarde, o irmão desse homem morreu exatamente da mesma maneira. Na verdade, ele estava montando o mesmo ciclomotor e ainda por cima fora da má sorte, o golpe recebido o mesmo condutor a bordo o mesmo táxi. Mas é também o passageiro táxi foi o mesmo!
4. Jogo Foto
Uma mãe alemã que fotografou seu filho infantil em 1914 levou o filme para revelar um armazém, em Estrasburgo. Naqueles dias, as placas fotográficas foram-lhe vendidos individualmente. A chegada da Primeira Guerra Mundial tornou impossível para as mulheres poderia vir a Estrasburgo para recolher a fotografia de modo a senhora deu por perdido. Dois anos mais tarde, ele comprou uma placa filme em Frankfurt, mais de 166 quilómetros de distância, para tirar uma foto de sua filha recém-nascida. Quando ele pegou o prato para revelar, o técnico descobriu uma dupla exposição, o retrato da menina foi sobreposta sobre a imagem de seu próprio filho. Por alguma estranha cadeia de coincidências do filme original não tinha se tornado reveladas, tinham sido indevidamente rotulada como não utilizado, e tinha revendido o direito a ele.
5. O livro perdido
Em 1973, o ator Anthony Hopkins concordou em aparecer em "The Girl from Petrovka", baseado em um romance de George Feifer. Incapaz de encontrar uma cópia do livro em qualquer livraria em Londres, Hopkins foi realmente surpreso ao encontrar uma cópia no banco de uma estação de trem. Ele acabou por ser a cópia pessoal de Goerge Feifer própria e anotações, que Feifer tinha emprestado a um amigo que, em seguida, roubou o carro.
6. Twins vidas desconhecidas, mas semelhantes
irmãos gêmeos Jim Lewis e Jim Springer foram separados no nascimento e terminou -se em diferentes lares adotivos. Sem saber nada sobre o outro, ambas as famílias chamado os meninos James. Ambos cresceram até sem saber, mas ainda assim terminou acima sendo os dois policiais funcionários , com destaque para as suas competências em mecânica e carpintaria. As duas mulheres casadas chamada Linda. Ambos tiveram filhos, um chamado James Alan eo outro James Allan. Os gêmeos se divorciaram suas esposas e se casou novamente com duas mulheres chamadas Betty. Além dos dois que tinham cachorro, chamado em ambos os casos Toy. 
7. Vingança da árvore?

Em 1883, Henry Ziegland rompeu com sua namorada, que completamente chateado, acabou cometendo suicídio. O irmão enfurecido da menina perseguido e baleado Ziegland. Acreditando que ele tinha matado o irmão, em seguida, tirou a própria vida. Mas o fato é que, Ziegland não tivesse morrido. A bala tinha apenas arranhou seu rosto, e acabou alojada em uma árvore. Ele escapou por pouco. anos Ziegland depois, ele decidiu cortar a mesma árvore, que ainda tinha a bala dentro. A árvore parecia tão formidável que ele decidiu fazê-lo explodir com dinamite. A explosão removeu a bala da casca, que disparou em direção Ziegland, ele bateu na cabeça e matou-o.
8. Descoberta no Hotel
Em 1953, repórter de televisão Irv Kupcinet estava em Londres para cobrir atos de coroação de Elizabeth II. Em uma das gavetas de seu quarto no Hotel Savoy eu encontrei alguns itens que, por sua identificação, pertenceram a um homem chamado Harry Hannin. Acontece que Harry Hannin - um astro do basquete que atuou no famoso time Harlem Globetrotter - era um bom amigo de Kupcinet, mas a história ainda tem uma nova reviravolta. Apenas dois dias depois, e antes que eu pudesse chamar Hannin para falar de sua descoberta sorte. Kupcinet Hannin recebeu uma carta na carta que lhe disse que em uma recente estadia no Hotel Meurice em Paris, Hannin tinha encontrado em uma gaveta um empate com o nome Kupcinet!
 9. Jogo de Poker

Em 1858, Robert Fallon foi morto como um ato de vingança por aqueles com quem ele estava jogando poker. De acordo com eles, Fallon tinha ganho $ 600 engano. Com o assento de Fallon vazio, e sem qualquer outro jogador se atreveu a tomar as agora "jinxes" US $ 600, encontrou um novo jogador para levar o homem cobrar dinheiro e continuar o jogo. Até o momento a polícia chegou para investigar o assassinato, o novo jogador tinha virado a $ 600 Fallon em US $ 2.200. A polícia exigiu o original de US $ 600 a encaminhá-los para o herdeiro legal de Fallon, e depois descobriu que o novo jogador se virou para fora para ser próprio filho!, Fallon não tinha visto seu pai durante os últimos sete anos. 
10 . coincidência histórica

As vidas de Thomas Jefferson e John Adams, dois dos fundadores dos Estados Unidos da América. Declaração de Independência de Jefferson rabiscado esboços que mostram que ele Adams, que (com Benjamin Franklin colaboraciónde) o ajudou a editar e refiná-la. O documento foi aprovado pelo Congresso Continental em 4 de julho de 1776. Surpreendentemente, tanto Jefferson e Adams morreu no mesmo dia, em 04 de julho de 1826; exatamente 50 anos após a assinatura da Declaração de Independência.
Via: blog do Maikelnai